Central de atendimento SP - (11) 3075-3021
DF - (61) 4103-1988

A Documentoscopia é a disciplina de Criminalística que estuda, analisa e identifica os diversos tipos de falsificações e adulterações em documentos, moedas, selos, cartões de credito, cheques, contratos, procurações, certidões de nascimento, óbito, títulos públicos, entre outros, com a finalidade de evitar ou descobrir fraudes.

Normalmente, quando tenta efetuar uma falsificação, o estelionatário amador utiliza objetos encontrados com bastante facilidade em casa ou em um estabelecimento comercial, e transforma um objeto inofensivo como cola, lixa de unha, agulha, entre outros, em verdadeiras armas a serviço do crime.

Mas, nos casos de estelionatários sofisticados ou mesmo ligados ao crime organizado, os equipamentos e técnicas utilizadas são sempre as mais modernas possíveis, porque existe uma necessidade de fazer um documento o mais parecido possível com o original, como por exemplo, o dinheiro (Real, Dólar e Euro) falsificado que se encontra no comércio de diversos países.

O perito em documentoscopia precisa saber sobre o uso de equipamentos e ser um grande estudioso da matéria, conhecendo profundamente os elementos de segurança, das fases de produção gráfica. Ademais, deve estar atento às novas técnicas de falsificações, tendo também uma percepção fora do comum e uma capacidade de observar detalhes que normalmente escapam aos olhos comuna. Assim, detectando a fraude por menor e mais bem-feita que seja.